“Você pode me chamar de ele. Você pode me chamar de ela. Você pode me chamar de Regis e Kathie Lee. Eu não ligo! Desde que você me chame.” Conhecido pela indiferença em relação ao gênero, RuPaul acumula em seu currículo as funções de ator, modelo, apresentador, cantor, além de ser considerado a drag queen mais bem-sucedida do mundo. Já venceu dois Emmy Awards de melhor apresentadora de reality show em 2016 e 2017.

 

Há 57 anos nascia RuPaul Andre Charles em San Diego na Califórnia. Desde a infância, mostrava indícios que estava destinado a ser uma grande drag queen.  O pequeno Ru adorava vestir as roupas de suas três irmãs e, ao longo da adolescência, começou a explorar o cross-dressing, imitando celebridades como Diana Ross e Jane Fonda. Aos 15 anos, mudou-se com uma das irmãs para Atlanta, na Georgia, onde cursou teatro na North Atlanta School of Performing Arts. Também foi vocalista e líder de duas bandas: RuPaul and the U-Hauls e Wee Wee Pole.

 

Durante os anos 80, RuPaul abandonou o sul do país para conquistar a agitada cidade de Nova York. Com ajuda da amiga Lady Bunny, tornou-se integrante do festival Wigstock, o Woodstock das drag queens e da comunidade LGBT, que acontecia no East Village, em Manhattan. Em 1989, foi coroado a queen de Nova York graças ao seu carisma e talento nos palcos.

 

Mama Ru, como é conhecida pelos fãs, atingiu a fama internacional com o lançamento do single “Supermodel (You Better Work)”, em 1991, quando assinou contrato com a Tommy Boy Records. Dois anos depois, gravou com Elton John um remake de “Don’t Go Breaking My Heart”, que alcançou a sétima posição das músicas mais tocadas no Reino Unido.

 

Ao longo de sua carreira, participou de mais de 50 filmes e séries de TV, como “Crooklyn”, “Wigstock: the movie” e “Hurricane Bianca, além de ser jurado do programa “Skin Wars” e apresentador de “Good Work” e “Gay for Play”. Também gravou mais de 100 episódios de “The RuPaul Show”, onde entrevistou celebridades e bandas como Diana Ross, Nirvana, Duran Duran, Cyndi Lauper, Backstreet Boys.

RuPaul’s Drag Race

Após 10 temporadas e 117 episódios, RuPaul’s Drag Race é um sucesso mundial, responsável por popularizar a arte drag além dos limites da comunidade LGBT. No programa, as participantes devem vencer desafios de dança, costura, canto, teatro e dublagem para conquistar o título de America’s Next Drag Superstar. Parte do sucesso do show se dá pela humanização das queens, mostrando que elas são mais do que personagens. Muitas cenas de bastidores são exibidas, revelando as drags desmontadas. 

 

Como diria Mama Ru, “If you can love yourself, how can you love someone else?”

RuPaul recebe Emmy Award 2016 de Melhor Apresentador de Reality Show [Foto: Divulgação]

Comentários

Comentários